Valor do visto pode encarecer viagem aos Estados Unidos

Valor do visto pode encarecer viagem aos Estados Unidos

30 de maio de 2022 0 Por Day Off Club

Taxa para conseguir documento de autorização varia conforme o objetivo e o caráter do deslocamento.

O visto é um dos primeiros itens que devem ser providenciados quando se planeja uma viagem aos Estados Unidos, pois é indispensável para a entrada de estrangeiros no país. Sendo assim, além de reservar uma quantia considerável para arcar com passagens, passeios, alimentação e hospedagem, é preciso separar uma parte para tirar o documento.

Ter em mente o passo a passo para esse processo pode ajudar o turista a ser aprovado. Além disso, é importante estar atento a outros procedimentos, como converter dólar em real

De acordo com um levantamento realizado pelo escritório de advocacia migratória AG Immigration Group junto ao Departamento de Estado e divulgado em maio de 2022, a emissão de vistos de turismo para brasileiros bateu recorde em março deste ano.

No total, mais 71.156 vistos de negócios e de turismo foram expedidos para os cidadãos do Brasil nesse período — índice significativamente maior que o recorde anterior, de março de 2018, quando 59 mil vistos foram liberados.

Vale ressaltar que o mês de março de 2022 teve praticamente a mesma quantidade de emissões que ao longo de todo 2021, período em que 71.661 documentos de viagem haviam sido autorizados — apenas com caráter emergencial em parte considerável do ano, visto que os procedimentos consulares estavam reduzidas em função da pandemia.

A previsão é que a demanda continue a crescer ao longo de 2022, já que desde que os EUA reabriram as fronteiras para turistas estrangeiros em novembro de 2021, interessados em viajar para lá encontram filas de espera para a emissão do visto nos consulados do Brasil. Dessa forma, é importante planejar a viagem com antecedência e estar atento às etapas necessárias para conseguir o documento.

Valor do visto estadunidense

O valor do visto varia conforme o objetivo e caráter da viagem. Para turistas, por exemplo, é de US$ 160. Já para pessoas que têm cônjuges nos EUA, o preço chega a US$ 250. Essa é a chamada taxa MRV, obrigatória para todas as pessoas que solicitam o documento.

É importante esclarecer que a MRV não é reembolsável nem transferível. Seu pagamento deve ser feito independentemente de a solicitação resultar ou não na autorização do visto. Sendo assim, a taxa não será devolvida mesmo se o documento for negado. Caso o interessado queira tirar o visto de novo, será preciso pagar novamente.

Além disso, a MRV é válida por 365 dias. A entrevista para obter o documento de liberação da viagem, portanto, deve acontecer dentro desse prazo. No Brasil, o pagamento pode ser feito por meio de boleto ou de cartão de crédito.

Passo a passo para conseguir o visto

Antes de realizar o pagamento da MRV, o viajante vai passar por outras etapas. O primeiro passo para é descobrir em qual tipo de visto ele se enquadra. Para isso, basta acessar a página de categorias no site do Departamento de Estado americano e descobrir qual letra corresponde a cada tipo de viagem.

Em seguida, o interessado deve preencher o formulário de solicitação on-line do visto, conhecido por DS-160, que fica disponível para acesso também no site do Departamento de Estado americano. Para essa etapa, é necessário ter em mãos informações de documentos como passaporte, dados sobre a última ida ao país, currículo escolar ou informações do trabalho atual e dados do itinerário da viagem.

Deve ser feito, então, o agendamento da entrevista, que pode ser realizada a distância por Skype ou call center, ou nas cidades de Belo Horizonte, Brasília, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro e São Paulo. Durante a conversa, o candidato recebe um número de identificação que será usado para acessar o DS-160 posteriormente.

A próxima para conseguir o visto passa pelo site do Centro de Atendimento ao Solicitante de Visto (CASV). O interessado deve criar um login e senha de acesso, em seguida selecionar a categoria do visto — B12 para turista, por exemplo.

Por fim, é a hora de pagar a taxa MRV e guardar o comprovante, que pode ser solicitado no dia da entrevista. É importante lembrar que os sites mencionados devem ser consultados, pois as normas e procedimentos podem sofrer alterações devido à pandemia.