Parque Nacional do Superagui - PR

Parque Nacional de Superagui

O Parque Nacional de Superagui ainda é recente, foi criado em 1989, e incluí a Ilha do Superagui, Ilha das Peças, Ilha de Pinheiro e a Ilha de Pinheirinho.

É uma reserva natural pra quem procura contato direto com a natureza e um detox do agito da civilização moderna.

Habitat natural do mico-leão-da-cara-preta e berçário dos botos cinza (uma espécie de golfinho que vive em região de transição entre rios e mar), a comunidade ali presente (povoado da Barra do Superagui) é de pescadores descendentes de uma das primeiras colônias europeias do Paraná, e hoje não é permitida a comercialização de lotes na região do parque.

Um destino para quem busca tranquilidade, mas não se importa com tantos confortos disponíveis tradicionalmente nos pontos turísticos mais badalados.

As pousadas e campings são geridos pelos locais, sem grandes confortos, mas aconchegantes para a proposta de um turismo mais natural.

Não existem barraquinhas na praia, com água de coco e pastel frito a disposição, mas isso deixa o ambiente ainda mais natural.

Para não ter dores de cabeça durante a estadia é recomendado que se pense bem no que levar, como protetores solar, tênis confortável para as trilhas e caminhadas pelas praias, roupas claras, repelente e alguns lanches para se consumir durante o dia e nas trilhas.

Como Chegar a Barra do Superagui

Ilha do Superagui

Pôr do sol no trapiche – Ilha do Superagui – PR

 

Local onde estão concentradas a maioria das pousadas e comércio local a comunidade da Barra do Superagui é o principal destino do Parque Nacional do Superagui.

Existe duas formas de se chegar, como é uma Ilha obviamente ambas são de barcos, tem-se duas opções de horários partindo de Paranaguá e uma opção saindo de Guaraqueçaba.

Sendo que essa última opção, além do barco, você terá que enfrentar uma estrada de chão em condições complicadas para carros de passeio, porém é possível ainda pegar um barco de Paranaguá e ir até Guaraqueçaba (mas se vai pegar em Paranaguá, por que não ir direto né?).

Mais detalhes como dias, horários e locais exatos podem ser verificados no site: http://www.icmbio.gov.br/portal/visitacao1/unidades-abertas-a-visitacao/209-parque-nacional-do-superagui.

Outro ponto que importante comentar em relação a como chegar, é que as embarcações são simples e de pequeno porte, então esteja preparado para o balançar constante do mar, principalmente ao passar pela Ilha das Peças.

Sendo assim, sempre verifique se a embarcação que você está tomando é licenciada pela capitania dos portos.

Mas ao chegar você já perceberá que valeu a pena, uma comunidade simples, com 38km de praia e com areias pouco concorridas é um convite a sentar-se (ou caminhar, depende do seu sedentarismo) ouvir o barulho do mar apenas e apreciar os botos que ficam muito próximos a areia nadando entre os pequenos barcos ali ancorados.

Não é uma boa região para o banho, com águas escuras (nada de poluição, apenas decorrente do encontros com os rios) e mar agitado. Mas não se preocupe, darei opções boas para banho.

Praia deserta

Praia Deserta - Superagui - PR

Praia Deserta – Superagui – PR

Esta faz jus ao nome mesmo, a praia é de fato deserta, sem nenhuma instalação ou estrutura é onde a paz mora.

Para chegar até ela é possível ir pela praia ou através de trilhas. A trilha tem cerca de 4km de percurso, de nível médio pode se tornar escorregadia em dias chuvosos (como toda trilha), porém falta um pouco de manutenção nas pequenas pontes que tem pelo caminho, então se prepare para atravessar pequenos riachos (nada demais e até refrescante).

Tanto pela trilha quanto pela praia é possível ir de bicicleta, tudo bem se você não levou a sua, as pousadas tem bicicletas (simples) para locação.

Essa praia sim é melhor para o banho, com águas um pouco mais calmas e bem clarinhas são um excelente convite no fim da caminhada. Vale a pena ir pela trilha e voltar pela beira da praia aproveitando assim um pouco mais do parque.

Ilha das Peças

Ilha das Peças - PR

Golfinhos – Ilha das Peças – PR

Berçário do botos, ali é possível observar uma grande quantidade de mães com seus filhotes passando muito perto dos barcos, mesmo no mar mais agitado da região (um espetáculo que te distrai enquanto o barco balança).

Mas é possível atracar por ali um tempo, negociando com o barqueiro e companheiros de viagem, a Ilha possui restaurantes e merece uma parada, dela é possível apreciar a vista para a Ilha do Mel.

Ilha Pinheiro e Pinheirinho

Revoada dos pássaros - Ilha Pinheiro e Pinheirinho

Revoada dos pássaros – Ilha Pinheiro e Pinheirinho

A atração desta Ilha é a revoada no fim de tarde, ali bandos dos raros papagaio-da-cara-roxa voltam a ilha decorando o céu ao entardecer.

Esse pássaro está em ameaça de extinção, porém encontrou na região seu refúgio.

Enfim, um destino fascinante para os amantes da natureza entre dois grandes centros urbanos (Curitiba e São Paulo).

Vale muito a pena para se desligar da tensão que a cidade e tecnologia nos deixam reféns. Caso você tenha algo a complementar ou nos contar de sua experiência neste paraíso, nos escreva!

 
 
[ulp id=’NHCZrhytUCPGreGS’]
 
 
 
Entre para o Day Off Club
 
 
 
 

0 Comentários

Envie uma Resposta

Contato

Dúvidas? Entre em contato conosco

Enviando

©2019 Day Off Club de um desconto para si mesmo! / Criado por:Pixxel Design

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?